Ione Rubra Rosa Poesia e Sentimento

 

"As Muralhas que eu puder, eu mesma derrubo. As que eu não puder, Deus põe no chão por mim!"



Textos


DE REPENTE...

 
    De repente o vazio se fez tão grande, que ela descobriu que era só, que sempre fora só e que sempre o seria.

 
Ione Rubra Rosa – 28-10-12
Imagem Google

Ione Rubra Rosa
Enviado por Ione Rubra Rosa em 28/10/2012

Música: FLUTE ( flauta celta ) - Celtic Music

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras