Ione Rubra Rosa Poesia e Sentimento

 

"As Muralhas que eu puder, eu mesma derrubo. As que eu não puder, Deus põe no chão por mim!"



Textos


QUANDO A ALMA...


Quando a alma...
Está no abismo,
A fé desaparece,
O amor não transforma,
Nada tem sentido.
Vive-se num oco
Escuro e sombrio.
Os fantasmas...
Não provocam medo.
Aliás, não se tem medo de nada.
Seria esse o sentido do abismo?
A ausência do medo?
Quando a alma...
Está no abismo,
O que habita em nós...
É a indiferença...
A tudo e a todos!

PS: Um dia... Eu também quero ser primavera!

Ione Rubra Rosa –  Escrito em  05/03/13.

Imagem Google

Ione Rubra Rosa
Enviado por Ione Rubra Rosa em 24/04/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras