Ione Rubra Rosa Poesia e Sentimento

 

"As Muralhas que eu puder, eu mesma derrubo. As que eu não puder, Deus põe no chão por mim!"



Textos


BEBA CHÁ E DEIXE PRA LÁ!
 


Se sua vida fosse um livro, qual seria o título? Essa era a pergunta de um desses testes estapafúrdios, que encontramos na internet. Como leitora inveterada que sou, eis que me proponho a fazer essa bobagem, pela mera curiosidade em saber qual seria o título de tal livro.
 
Ao final do dito cujo, eis que me deparo com o título “BEBA CHÁ E DEIXE PRA LÁ!”. Primeiro ri, depois reli algumas vezes a frase e pensei que se encaixa perfeitamente. Talvez não para o livro da minha vida, mas para muitos momentos que tenho vivenciado. E com certeza, não devo ser a única nesse Universo em que habitamos.
 
Tantas vezes, deixamos coisas e atitudes pequenas e mesquinhas nos afetar. Damos grande importância a coisas, pessoas e sentimentos insignificantes. Nos torturamos por nada. E muitas vezes passamos horas, dias, meses e até anos feridos por situações, pessoas, sentimentos e atitudes que deveríamos deixar pra lá. Tem gente que perde a vida ou deixa de viver por razões e motivos, que deveriam deixar pra lá.
 
Os momentos de dor e luto seja lá pelo que for ou por quem for, são necessários, mas não podemos deixar que nos dominem ou destruam. A vida continua e aqui fora tem um mundo lindo e pessoas incríveis para serem descobertos.
 
E foi refletindo a partir de um teste tão bobo (pelo menos na minha visão, apesar de continuar sempre fazendo para me divertir), que rabisquei esse texto e deixo aqui um convite: “VAMOS BEBER CHÁ E DEIXAR PRA LÁ!”, tudo o que neste momento nos incomoda e fere. A vida é linda demais, apesar das rasteiras que levamos, para ficarmos chorando num canto lastimando os nossos infortúnios e dores.


Ione Rubra Rosa - 11/08/2016
Imagens Google
Ione Rubra Rosa
Enviado por Ione Rubra Rosa em 11/08/2016
Alterado em 11/09/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras