Ione Rubra Rosa Poesia e Sentimento

 

"As Muralhas que eu puder, eu mesma derrubo. As que eu não puder, Deus põe no chão por mim!"



Textos


QUEM DERA SER UMA BORBOLETA

 
Difícil sorrir,
Quando a alma teima em chorar.
 
Difícil demonstrar alegria,
Quando as lágrimas insistem em rolar.
 
Difícil falar de amor,
Quando dentro da gente só há dor.
 
Difícil se doar,
Quando estamos vazios.
 
Difícil calar,
Quando tudo dentro de nós grita.
 
Difícil compreender,
Quando nada faz sentido.
 
Difícil aceitar,
O que jamais será.
 
Difícil querer,
O que não se pode ter.
 
Difícil ter serenidade,
Quando se está tempestade.
 
Quem dera ser uma borboleta,
Ainda presa em seu casulo,
Repleta de sonhos e ilusões.

 Ione Rubra Rosa – 28/01/2017
Imagens Google

 
Ione Rubra Rosa
Enviado por Ione Rubra Rosa em 28/01/2017

Música: FLUTE ( flauta celta ) - Celtic Music

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras