Ione Rubra Rosa Poesia e Sentimento

 

"As Muralhas que eu puder, eu mesma derrubo. As que eu não puder, Deus põe no chão por mim!"



Textos


EU QUERIA UMA VARINHA DE CONDÃO

 
Tenho desejado muito ter uma varinha de condão. E não pensem vocês, que a intenção é ir ao baile no castelo de algum lindo príncipe. Também não é para voltar a ter o corpinho dos 20 anos. Muito menos para permanecer eternamente jovem. Nada disso.

O que me preocupa são os sentimentos negativos que dominam o mundo atualmente. É essa guerra por causa da política. É a fome que assola muitos países. É a falta de saúde. É o caos da Educação. É inversão de valores assustadora. É esse sentimento de incapacidade, de mãos atadas, que me entristece quando nada posso fazer.

Por isso, fiquei matutando com meus botões... Ah, como queria ter uma varinha de condão... Eu ia sair espalhando pelo mundo apenas os sentimentos bons... Esperança, alegria, amor, caridade, fraternidade, união... E tudo que transformasse o Mundo num lugar iluminado, colorido e feliz.

Eu levaria as pessoas doentes uma armadura com superpoderes. Essa armadura lhes daria a força necessária para enfrenar os momentos de angústia, desespero e dor. Ela teria o botão do otimismo, que ao ser acionado liberaria ao corpo uma vontade imensa de viver, lutar e jamais desistir.

E nesse meu divagar sobre o que faria com a minha varinha de condão, ouvi um sussurro vindo do coração. E quando calei, o sussurro se tornou mais forte e audível. E ele me dizia:

__ Você tem uma varinha de condão. Aliás, você tem duas!

Intrigada, permaneci em silêncio para que ele terminasse sua colocação. E ele continuou:

__ Suas varinhas de condão são a Fé e a Oração. E de posse delas, você pode alcançar tudo o que for bom e desejado pelo seu coração.

Então, não vou mais perder tempo e vou me colocar em ação.

Ione Rubra Rosa – 30/09/2018
Imagens Google

 
Ione Rubra Rosa
Enviado por Ione Rubra Rosa em 30/09/2018

Música: Aos olhos do pai - Diante do Trono - Ana Paula Valadão

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


 
Site do Escritor criado por Recanto das Letras